sexta-feira, 22 de junho de 2012

Darei vida àquelas Vidas !


Claro que gostava de ser rica, ter uma mansão tipo as Beverly Hills, correr o mundo e fazer férias em ilhas paradisíacas. Quem não quer? Quem não deseja ter uma vida monetária que lhe proporcione momentos de pura diversão e quase férias permanentes?! Confesso que talvez não me adapta-se a essa vida. Confesso também que tenho imensos sonhos por realizar mas há um especial, muito especial.   
Sou uma mulher de causas. Ambientais, humanitárias, ... , não importa quais causas! Gosto de fazer o bem apesar de nem sempre ser compreendido como tal. A maioria das pessoas que conheço não sabe disto. Aliás digo-o várias vezes aos meus pais e eles pensam ser brincadeira. Não o é! O meu maior sonho é fazer voluntariado no continente Africano. Se há algo que me transtorna são as centenas de crianças que diariamente morrem à fome, à sede e/ou doentes. Imagino-me no lugar delas. Simplesmente gostava que alguém me se oferecesse para me ajudar com um pedaço de bom, um gole de água e carinho.  
Nós, crianças e jovens do "mundo desenvolvido", não somos privados dos bens essenciais à vida - considere-se o amor bem essencial. Temos comida em abundância, exigimos tudo e mais alguma coisa dos nossos pais e estes sempre nos deram atenção, carinho e amor - pouco ou muito, mal ou bem, deram. 
Estas crianças africanas foram privadas de tudo isso. As mães morreram após o parto, nos primeiros anos de vida, dos pais nem sequer lhes conhecem os traços. Ficaram ao abandono, juntamente com os irmãos, e aguardam pacientemente o dia em que a morte lhes baterá à porta! Estupidez minha, eles não têm porta! Dormem em cima da terra batida, de um monte de ervas secas apanhadas para fazer de cama. 
Não serei eu a mudar o mundo. No entanto, quero contribuir para a mudança. O meu sonho é este. É colocar no rosto de uma criança um sorriso. É ouvir um obrigada sincero e sentido porque ajudei na construção de um futuro melhor para aquele ser que veio ao mundo sem culpa e que sem culpa está a morrer. Quero os olhos negros brilhantes, um dar um abraço apertado cheio de sentimento a alguém que realmente o merece. Tão jovens, tanto sofrimento, tantas necessidades!   
É ridículo termos tanto e eles tão pouco. Esquecemo-nos que temos deveres. Apenas olhamos aos direitos. Um dever meu é ajudar aquelas crianças.  
 
Quero ser a mulher branca coberta de poeira para quem eles correm de sorriso no rosto ao fim do dia. Quero ser a mulher branca que lhes abrirá a porta para o futuro, de uma casa onde poderão usufruir de muito do que eu usufruo. Quero ser a mulher empoeirada que chega ao fim do dia cansada, realizada, feliz e rodeada daqueles meninos a quem sinto dever tanto por tanto ter e eles ali estarem porque ninguém é capaz de abrir mão e abrir a mão para eles. 

Nova ou enrugada, irei lá e cumprirei o meu sonho! 

M.

Para o concurso do mês de Junho da Marcela  

4 comentários:

Lúcia disse...

Tocante...:)

Marcela disse...

Muito obrigada por participares linda ;)

Be' disse...

por incrível que pareça tenho o mesmo sonho que o teu :) adorei o texto, e sim a mim também não me levam realmente a sério quando digo que o quero realizar mesmo, mas eu acredito!"Nova ou enrugada, irei lá e cumprirei o meu sonho!
"

Inês disse...

adorei, que lindo! cativaste-me mesmo, sigo-te.