quarta-feira, 22 de maio de 2013

Sábado à noite.


Sábado à noite, o meu pai deixa-me levar o carro para ir tomar café com alguns amigos. Saiu eu de casa ás 10 da noite. Fui buscar uma amiga. Ela mora num sítio que me faz lembrar as ruelas da régua, sempre a subir e estradas muito estreitas. Paro o carro num sítio "acessível" e fácil. Estava de noite e ainda por cima havia pouca iluminação pública. Vejo três homens a aproximarem-se do meu carro. Estão a fumar e a falar muito alto. Um dos três olhou para dentro do carro para perceber quem era, reparei que me reconheceu. Era um rapaz que andou comigo a tirar a carta, que era um chato que sei lá. Perguntou-me se já tinha carta e disse que o meu carro era muito bonito. Auto convidou-se e tudo, para dar um passeio comigo de carro - claro que quem levava o carro era eu - disse-lhe que isso depois via-se. 
Depois quando a minha amiga chegou contei-lhe a situação, desmanchou-se a rir, não era caso para menos. Enfim, pormenores de sábado à noite.

1 comentário:

Time ∞ disse...

Há gente mesmo totó x)