terça-feira, 23 de abril de 2013

relationship, single, sex and other stuff





Nem sabem a quantidade de desabafos, pensamentos eróticos e tudo mais que tenho ouvido. Sou capaz de ter mais amigos solteiros do que comprometidos, e por esse mesmo motivo eu, sendo pessoa solteira também, ouço os desabafos de eles todos e isto porque eu queixo-me pouco do modo como estou. Estou bem assim, se fosse para estar de outra maneira estava. Não é o caso. 
Tenho ouvido frases do tipo "preciso de um moço" (constantemente) a "por este andar só aos 30 ou 35 anos é que perco a virgindade". São situações que dão muito para rir mas ao mesmo tempo até que tem um certo fundamento de verdade. As pessoas andam carentes, ainda por cima estando nós na Primavera. Esqueçam. Anda tudo com as hormonas aos saltos, uns tem companhia outros têm que arranjá-la nem que seja ali na discoteca não sei de onde. Para mim, acho muito bem que as pessoas sintam falta mas é chato, muito chato quando a mesma pessoa ou várias, dizem certas coisas que até já parecem um disco riscado. Para piorar, ainda há um ou outro comprometido que decide falar da sua vida sexual à activa subentendidamente, para ver se eu não percebo. 


Let's get crazy.

2 comentários:

Cláudia G disse...

Compreendo-te. Também costumo ser a psicóloga de muita gente e como não sou nada pudica (nada mesmo) essas pessoas tendem a falar comigo!

Violeta Santos disse...

Compreendo :)
Sigo, bjinhos *