terça-feira, 17 de abril de 2012


Se tivesse um momento, se não precisasse de esconder muito do que sei, acredito que as coisas seriam diferentes. O refúgio que tenho na minha memória e no meu coração são suficientes para dias e dias. Tenho todos os mantimentos que preciso mas nada dura para sempre, as emoções acumulam-se, o espaço começa a ser pouco e as surgem as palavras que denunciam o que lá vai dentro. Não encontro forma de mudar isto e talvez nem queira mudar. É a minha personalidade. O meu carácter directo que tão bem me caracteriza no meio da multidão. Há dias assim, dias em que desejamos ter um momento e consegui-lo captar. Hoje foi assim. Hoje, as emoções ouviram-se mais alto que os pensamentos se bem que ambos convergem para o mesmo e já todos suspeitam disso. Acredito que tu suspeites. Mas são precisas provas para que seja condenada por isso procura-as. Estão à vista de quem quer. Se fosses uma boa máquina fotográfica captarias todos os momentos que me tornam culpada daquilo que no meu refúgio se esconde, daquilo que espreita pelos meus olhos, que foge com os meus sorrisos e que se ouve através da minha voz . O constrangimento é notório quando as fugas de emoções de dão. Tu já notaste isso, já me disseste que estava mais corada que o habitual, que o meu sorriso foi tremido, que os meus olhos estavam mais brilhantes, ... Mas foste tão burro (se é que posso assim dizer) ao associares a causa ao efeito. Escolheste a causa errada! Se tivesse um minuto do passado, faria-te ver a causa dos efeitos e compreender as expressões, como "Perfeitos", que ainda hoje ouvimos! Como só tenho minutos do presente e, em breve, do futuro, não sei se terei a mesma coragem e força de vontade para te ensinar a interpretar. 

M.

4 comentários:

- Dii - disse...

Calma ai a minha lisboa tambem é muito linda... e o tejo mata qualquer outro rio embora o douro seja bonito... vá a vossa ponte é mais linda..

- Dii - disse...

Oh oh, nem sonhes ;P já experimentaste aterrar em Lisboa à noite é de ficar sem respiração no porto não ;PPPP

Filipe disse...

Gostei bastante do texto :) Mas uma coisa, nunca mudes a tua personalidade, pois sim essa é que é a verdadeira impressão digital de uma pessoa, o que a faz tornar única :D

Suspiros disse...

Obrigada Filipe :)

Mudarei algumas atitudes porque não somos perfeitos mas a minha personalidade (com todos os seus defeitos) não mudará ! Concordo plenamente contigo, é a nossa verdadeira impressão digital ! É o que nos faz ser únicos à nossa maneira !

M. *