domingo, 18 de março de 2012

Revoltada


Boas noites Terráqueos !

Sim, hoje escrevo sobre um assunto tão banal como ignorado, o modo de vida insustentável que levamos e que prejudica gravemente a Terra.

Diariamente. tomamos consciência de que as nossas atitudes são erradas e que só causam mais danos no ambiente. Se assim o é, pergunto: Porque não alterar essas atitudes? Porque não optar pelo "saudável" ? 

Quando éramos crianças, os nossos pais incutiram-nos determinadas regras para que nos soubéssemos comportar. Talvez, não tivessem uma preocupação ambiental. Talvez o fizessem porque queriam ficar bem na fotografia social que os outros faziam da família. 


Se fosse um problema que só te incomodasse a ti, tenho certeza absoluta que farias tudo para o resolver. Como é um assunto que toca a TODOS, os OUTROS que comecem a resolver que depois, se me apetecer, eu ajudo. Ora, quando eras estudante, gostavas de "colas" nos trabalhos de grupo? Tinhas de trabalhar por ti e pelos outros. Chegavas ao fim cansada, revolta e, na maioria das vezes, não eras capaz de valorizar o teu trabalho e avaliar os teus colegas de acordo com o que fizeram. Com as tuas acções ambientais, passa-se exactamente o mesmo! Tu podes começar com tudo sozinha mas terás sempre com quem contar. Se colocas o papel no ecoponto azul e disseres "Vá lá mãe faz o mesmo", ela fará. Se disseres ao teu irmão mais novo "desliga a luz do teu quarto antes de saíres de lá!", ele acabará por se habituar. São pequenos gestos que farão toda a diferença no futuro. 

O futuro não te importa? Já cá não vais estar quando as consequências mais severas forem notórias? Pensas  bem, não haja dúvida. 
Gozaste a tua estadia nesta bela casa e depois os outros que se arranjem com a merda que foi causada antes de ti e agravada por ti. Minha gente, pensem antes de falar. Ajam com o cérebro de seres racionais e comecem a zelar por aquilo que também é vosso. Estou cansada de ver lixo no chão, lâmpadas acesas nas ruas a horas inapropriadas, senhores que recolhem o lixo com as mãos cortadas porque os vidros foram para sacas do lixo comum em vez do vidrão, sacas e sacas plásticas trazidas dos supermercados quando se pode ter uma saca reutilizável ...

Dicas "Amigas do Ambiente"

1- Desligue os aparelhos electrónicos. Mas desligue mesmo. Ao deixá-los em stand-by continua a ser desperdiçada energia. Se o desligar da ficha, pode poupar até 40% de energia. 


2- Evite abrir e fechar o frigorifico muitas vezes. Tire tudo o que desejar de uma só vez. Para beber água, encha uma garrafa com água gelada, que assim permanecerá fresca até a noite. Está a poupar mais energia do que pensa. 



3- Coma menos carne vermelha. O gado produz metano, um gás inflamável altamente poluente. Para produzir carne (vaca, porco e afins), são gastos milhões de litros de água. Para 1kg de carne branca (galinha e perú) é necessário apenas 10 a 20 litros.

4 - Faça reciclagem em casa e no trabalho. Com tanta informação que já existe sobre o assunto, já não tem desculpa para não fazer. No trabalho fale com o seu chefe sobre o assunto. Papel/cartão, vidro, plástico e pilhas. Quanto a estas últimas, use as recarregáveis: sabia que podem ser recarregadas cerca de 1000 vezes? 

5- Instale lâmpadas de baixo consumo, como flourescentes. Estas gastam menos 60% de energia que as normais. Pode poupar até 150 quilós de carbono anualmente. 
Ainda nesta linha, compre electrodomésticos de baixo consumo energético. Estas têm um selo certificado, sejam nacionais ou importadas. 

6- Marque no calendário: de 15 em 15 dias, descongele a sua arca. O excesso de gelo pode reduzir a circulação de ar frio e assim é gasta mais energia. 

7- Encha a máquina de lavar loiça ou roupa antes de pô-las a funcionar. Se quer apenas fazer meia máquina, seleccione um modo de menor consumo de água ou de uma temperatura mais baixa. 
Para lavar a loiça à mão, não gaste água quente no seu máximo se pretende lavar apenas alguns pratos e talheres. 

Para secar poucas quantidades de roupa, evite usar a máquina de secar. Em dias de sol ou de menos frio, ainda pode estendê-las no jardim, terraço ou até mesmo na casa de banho (abra a janela). Vai poupar muita energia!

8 - Coma no restaurante. Tente evitar comprar comida para levar, pois assim irá poupar no combustível, e menos embalagens plásticas significam menos lixo. 

9- Faça compostagem doméstica. É possível ajudar a reduzir o efeito de estufa a partir do seu jardim: o lixo orgânico e doméstico vai decompor-se de forma completamente natural. 


10. Compre alimentos da região, nomeadamente fruta e vegetais. Além de reduzir custos de transporte (combustível - ida até ao supermercado, por exemplo), está a ajudar ao crescimento da sua cidade. 


11- Ao fazer compras, leve sempre o saco de lona. Os sacos plásticos emitem dióxido de carbono e metano, assim como grandes poluentes: quem nunca viu imensos sacos no chão, ou no mar? Estes podem demorar até 400 anos a decompor-se.





12- Plante uma árvore ou flores no seu jardim. Assim  estão a ser absorvidas toneladas de dióxido de carbono.



13- Ande menos de carro. Sabia que ao usar o carro apenas duas vezes por semana estão a ser emitidos menos 700 quilos de gases tóxicos? Use os transportes públicos (autocarros, metro), ande a pé ou use a bicicleta. 

14 - Deixe o AC (ar condicionado) desligado. Prefira optar por um ventoinha de tecto. Ao refrescar a sua sala ou quarto, está a poupar até 90% de energia. Se quer dar algum uso ao seu AC, ponha-o no mínimo. 

15- Não desperdice água. Gaste apenas 5 minutos no chuveiro. Ao lavar a cabeça e o corpo, desligue a água, assim ela não está a ser desperdiçada. Se tem caldeira de água quente, diminua a temperatura até entre 10 e 15 graus. Se tem crianças, não as deixe brincar com água. Ensine-as desde cedo que a água é um bem precioso que deve ser preservado. 


15 pequenas atitudes que farão a diferença se juntos lutarmos pelo ambiente melhor. Se travarmos a longa batalha que se adivinha com o efeito estufa que traz um consequência gravíssima - AQUECIMENTO GLOBAL. Olha bem à tua volta e vê a falta que faz a chuva!

M* 

Peço desculpa pelas expressões mais rudes. Muitos precisam de um abanão para mudar.


1 comentário:

pm disse...

É bom saber que te preocupas com o meio ambiente tanto como eu! Mas ainda há muita gente que não se importa com isto e que ainda goza com quem se preocupa.