sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Excepção à regra!

A Talentosa Adele

Num mundo como este, as pessoas destacam-se, essencialmente, pelo corpo escultural que exibem e  pela cara bonita que têm. A arte está cada vez mais selectiva no que toca à beleza mas, felizmente, existem excepções. 

Não tem um corpo perfeito, nem o pretende ter, adora o que faz e isso nota-se pelo que nos transmite. O que escreve e canta não é para os olhos, é para os ouvidos. Lê pouco, ama a poesia e usa e abusa desta de uma forma inacreditável. Cada palavra traz em si um sentimento forte. Paro para a escutar, compreendo cada verso como se o que sinto (ou senti) se trata-se. Mais clara não poderia ser, mais garra não pode transmitir, ela é o que faz, o que faz tem tudo que nela existe.

Adele é um talento inqualificável. Uma voz poderosa e prazerosa. Escutá-la é um privilégio que muitos têm mas que poucos reconhecem. Para uns, as suas músicas são meras palavras que o vento leva. Para outros, são sentimentos reais, que as pessoas reais têm. 

Minha gente, a perfeição não existe. A beleza está para lá da substância corpórea que temos. Podemos gabar-nos que temos um rabo perfeito, uns olhos lindos, umas mamas irresistíveis mas isso não basta para sermos alguém digno de ser lembrado. 

Esta mulher é magnífica por isso mesmo, ela não quer ser reconhecida e lembrada pelos dotes corporais, quer ser lembrada pelo talento que possuí.

 Isto distingue os grandes talentos.
Arte é isto mesmo, ser-se verdade e não uma imitação rasca dos verdadeiros artistas

Que se mudem as mentalidades, os ideais. Reconheça-se o que merece ser reconhecido. Prestigiemos quem merece ser prestigiado. 

M.




Fonte de inspiração: Artigo da Happy Woman deste mês!

2 comentários:

Pensadora disse...

O texto da revolta !

Adorei cada palavra. Estás inspirada M.!

Parabéns :D

Suspiros disse...

Obrigada
Não é um texto de revolta. É uma opinião bastante pessoal!

Último dia de aulas traz sempre inspiração :)

M.